Deprecated: Function set_magic_quotes_runtime() is deprecated in /home/kharma/kharma.matilha.org/textpattern/lib/txplib_db.php on line 14

Warning: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at /home/kharma/kharma.matilha.org/textpattern/lib/txplib_db.php:14) in /home/kharma/kharma.matilha.org/textpattern/lib/txplib_misc.php on line 1548
Ocorreu um falha na seguinte tag: <txp:glx_if_comments_count operator="greater_than" value="0"> ->  Textpattern Warning: Tag desconhecida  on line 973
textpattern/publish.php:973 trigger_error()
processTags()
textpattern/publish.php:922 preg_replace_callback()
textpattern/lib/txplib_misc.php:1383 parse()
textpattern/publish.php:785 parse_form()
textpattern/publish.php:808 doArticle()
textpattern/publish.php:509 parseArticles()
textpattern/publish.php:963 article()
processTags()
textpattern/publish.php:922 preg_replace_callback()

Warning: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at /home/kharma/kharma.matilha.org/textpattern/lib/txplib_db.php:14) in /home/kharma/kharma.matilha.org/textpattern/publish.php on line 467
Estrada: A canção do dia

A canção do dia

Set 24, 15:28

Uma música ou um conselho para quem está a muito tempo na estrada procurando alguma coisa…
Acreditem… vocês vão conseguir o que procuram…

Não vá se perder por ai
Mutantes

Veja como vem
Veja bem
Veja como vem
Vai, vai, vem
Veja bem
Como vai
Veja como vai
Veja bem
Veja bem como vem
Vai vem se ela vai também
Cuidado meu amigo
Não vá se estrepar
Não queira dar um passo mais largo
Que as pernas podem dar
Não se iluda com um beijo
Uma frase ou um olhar
Não vá se perder por aí...
Você é bem grandinho
Já pode se cuidar e Ir seguindo o se caminho
Sempre errando até um acertar
Mas não tenha muita pressa
Vá tentando devagar
Só não vá se perder por aí...

Você tem amigos… colegas… cumplices… pessoas em que confia e sabe que sempre estarão ao seu lado… mas no final parece que você sempre está sozinho… a única pessoa que pode realmente resolver seus problemas é você mesmo.

  • Kharma
    Set 28, 19:06

    Escrevi sobre esta solidão outro dia. Acho que não postei. Me perguntava se a solidão é uma doença… Este tipo de solidão que nada nem ninguém parece aplacar, esta consciência de que somos seres únicos e, por isto mesmo, infinitamente sozinhos. Mas nós, estes andarilhos das noites da alma, sabemos ouvir nossa própria voz quando outros falam, atravessando as tempestades.
    A humanidade, em seu sentido mais profundo, existe. Sabemos que podemos contar com alguém. Mas, como diria Renato Russo: ....”quem acredita, sempre alcança…. se precisar de alguém em quem confiar, confie em si mesmo…”
    Esta confiança em si e em seus sonhos, independente do que os outros pensam ou dizem, é o que pode transformar desejos em realidades.
    Mil beijos meu querido amigo!

Comentátio: